Busca por voz aumenta e podcast se consolida como estratégia de marketing Skip to main content

O comportamento dos clientes mudou na forma de se relacionar com marcas e fazer pesquisas na internet! Se antes a grande maioria das procuras realizadas por consumidores ou usuários era feita por texto, hoje a busca por voz ganhou os holofotes.

Diversos motivos levaram a essa tendência, provocando a transformação do comportamento dos usuários e o aumento da busca por voz, como por exemplo:

  • Maior facilidade para buscar por meio de assistentes virtuais nos celulares;
  • Disponibilidade de pesquisas por voz no Google;
  • Disseminação dos dispositivos de pesquisa por voz e dos alto falantes inteligentes, como Amazon Echo, Google Home, Apple HomePod e outros;
  • Crescimento dos podcasts, com conteúdos tanto para entretenimento, como para setores industriais específicos, ajudando a aprender mais sobre o mercado e o segmento; 
  • Falta de tempo para pesquisar em navegadores na web;
  • Excesso de conteúdo e dificuldade para encontrar o que precisa;
  • Ter acesso a informações que atendem às suas necessidades;
  • Poder ouvir os conteúdos, enquanto realiza outras atividades.

Para comprovar essa expansão das pesquisas por voz, um estudo do Global Web Index revela que 1 em cada 5 adultos usa a busca por voz móvel pelo menos uma vez por mês.

E, de acordo com a pesquisa Panorama Mobile Time, realizada pela Opinion Box, 64% dos consumidores brasileiros já utilizaram esse recurso por meio dos seus smartphones.

Leia também: Prospecção de novos clientes: como melhorar a previsão de vendas

O que é a busca por voz na prática?

Antes de entender mais a fundo o assunto, vamos ver do que se trata o conceito de busca por voz. Esta é uma modalidade em que o usuário pode fazer as pesquisas por voz no Google, em assistentes digitais ou nos alto-falantes inteligentes. 

No Google, por exemplo, é possível ativar um recurso de reconhecimento de voz que habilita a identificação da fala do usuário, ao invés dele precisar digitar as palavras-chave na caixa de busca.

Leia também: Motor de busca: veja como funciona a pesquisa no Google

Já os alto-falantes inteligentes permitem interações por voz para acionar comandos, como acender a luz e reproduzir música, ou para procurar informações de interesse, as mais comuns se relacionam a comércios próximos, previsão do tempo, entre outras consultas simples, mas também é possível fazer perguntas que as ferramentas vão buscar as respostas na internet.

Por fim, os assistentes virtuais podem ser divididos em duas partes: os de dispositivos, como a Siri e a Alexa, mais focados em atividades cotidianas, como consultar agenda do dia, e os de atendimento e suporte de empresas, que possibilitam tirar dúvidas e resolver questões.

Importância da pesquisa por voz no Google para as marcas

Um levantamento do Google mostra os interesses dos consumidores nessas pesquisas: 52% dos proprietários de alto-falantes gostariam de receber informações sobre ofertas, vendas e promoções das marcas. Além disso, 39% dos usuários de busca por voz querem encontrar informações comerciais de empresas.

Aqui, fica claro que as marcas precisam se comunicar com esses usuários e clientes em potencial por meio de áudios ou otimizando informações para serem encontradas na busca por voz.

Vale destacar que, segundo pesquisa da Voozer, 83% das pessoas não leem o que gostariam na internet. O que ressalta o potencial de investir em novas estratégias de marketing atreladas ao áudio para chamar a atenção da audiência, criar um bom relacionamento com os usuários, responder dúvidas e ajudá-los a resolver seus desafios.

Dessa forma, é possível gerar leads para empresas B2B e até conquistar vendas. Inclusive, conforme a pesquisa da Adobe Analytics, 66% das empresas admitem que as estratégias de áudio podem impulsionar a conversão e aumentar a receita.

Outro dado interessante mostra que 3 em cada 10 ouvintes diários de podcasts compram produtos baseados em anúncios, de acordo com uma pesquisa da CivicScience.

Como as estratégias de áudio funcionam no marketing 

Como vimos até aqui, com as tendências apresentadas, as ações de áudio e voz se consolidam como peças indispensáveis para complementar as formas de comunicação das empresas e avançar no marketing digital, a fim de melhorar tanto o ranqueamento do site no Google, como apoiar os processos comerciais.

Mas quais formatos de marketing podem ser utilizados nos negócios para ir ao encontro da busca por voz dos usuários? Veja os principais modelos de áudio marketing e demais conteúdos:

  • Posts em áudio;
  • Podcasts;
  • Audiobooks;
  • Anúncios em podcasts próprios ou de terceiros;
  • Conteúdos conversacionais em texto que respondem a perguntas feitas em buscas por áudio.

Cada formato tem sua particularidade, já que um audiobook pode ser bem mais longo do que a narração de um post em áudio e os podcasts podem ter efeitos sonoros, convidados e entrevistas, sendo hospedados em plataformas específicas para divulgação, como o Spotify, o Deezer, o Google Podcasts e outros.

O áudio post, por sua vez, é uma versão narrada e objetiva de um texto estruturado, sem inserções publicitárias, com duração média de até 12 a 15 minutos, seguindo ordens lógicas e as boas práticas de redação, com players de áudio dentro dos conteúdos do blog.

Já os anúncios publicitários podem ser vinhetas curtas promovidas dentro de um conteúdo de podcast da sua empresa ou de podcasts de terceiros que falam sobre o mercado de atuação do seu negócio.

Os conteúdos em texto que respondem perguntas são ótimas soluções, mas veremos mais sobre eles no próximo tópico do nosso artigo.

Quais os impactos da busca por voz no SEO?

Depois de ver o potencial das pesquisas por voz no Google e outros dispositivos e entender os principais formatos praticados pelo áudio marketing, é importante conhecer os impactos para o SEO da sua empresa.

Vale destacar aqui dois pontos: o funcionamento do Google e o comportamento do usuário.

O Google lançou atualizações dos seus algoritmos em 2013 e 2019 para aprimorar o funcionamento do mecanismo de busca por voz, garantindo melhor compreensão da linguagem humana e maior inteligência. 

Também foram incorporados recursos para entender sotaques, regionalismos, urgência de intenção, velocidade da fala e outros, para não apenas reconhecer a voz, como compreender a mensagem.

Quanto ao comportamento do usuário, é comum que as buscas por voz se refiram às pesquisas de cauda longa, que têm mais de três palavras e são normalmente relacionadas a perguntas.

Então, veja as otimizações de SEO que devem ser feitas no site para ficar atualizado em relação às buscas por voz.

1. Conhecer o comportamento dos usuários da busca por voz

Como já mencionamos, é fundamental conhecer o perfil, os interesses e outros detalhes dos clientes em potencial da sua empresa na pesquisa por voz no Google e no envolvimento com podcasts.

Neste sentido, uma primeira informação importante é que os millennials, nascidos entre 1980 e 1996, estão mais propensos à utilização do recurso do que seus antecessores, com 35% desses usuários de internet se comunicando com empresas através da voz, segundo a Salesforce.

O Ibope, por sua vez, mostra que 40% dos brasileiros usuários de internet já ouviram podcasts e estão em busca de aprendizado e conhecimento. Já um estudo do Podcast Insights mostra que o público de um podcast se torna fiel ao programa, com 80% ouvindo o episódio completo ou quase completo.

Outras informações sobre os consumidores que devem ser procuradas pelas empresas são os dados demográficos, a forma de acesso ao site e as buscas por voz, assim como a persona presente na estratégia de marketing de conteúdo.

Saiba mais: Qual a importância da persona para estratégia de marketing de conteúdo?

2. Foco em palavras-chave conversacionais

Já destacamos como são feitas as pesquisas por voz no Google, com palavras de cauda longa e perguntas. Então, ao elaborar a estratégia de SEO, foque em conteúdos conversacionais com palavras-chave com ‘o que’, ‘quem’, ‘como’, ‘quando’ e ‘onde’.

É importante destacar que existem diferentes graus de intenção aqui. Por exemplo: as pesquisas com ‘o que’ e ‘quem’ são mais frias, não demonstrando interesse em uma ação definitiva. Já, quando a pesquisa conta com ‘onde’, o usuário está mais propenso a tomar uma ação.

Leia também: Erros no funil de vendas B2B que você deve evitar

3. Criação de uma página de FAQ

Nem todas as empresas costumam usar as páginas de FAQ (Questões frequentemente perguntadas). No entanto, este recurso vai ao encontro das buscas por voz, já que é possível ter uma lista das perguntas mais comuns feitas pelo público e gerar respostas.

Com isso, é possível obter uma ótima relação entre as perguntas, as pesquisas por voz, as palavras-chave principais da estratégia de marketing e o site da sua empresa, com foco em ajudar os leads e clientes em potencial, gerar valor e até conseguir conversões.

4. Desenvolvimento de conteúdos que geram respostas

Cada vez mais, fica clara a importância de ter conteúdos que respondam às perguntas, seja no FAQ ou no blog. Isso permite atender à demanda do público, melhorar o ranqueamento nos motores de busca e gerar mais tráfego.

5. Foco no mobile e nas pesquisas ‘próximo a mim’

As buscas por voz estão diretamente ligadas às feitas em dispositivos móveis. De acordo com dados do FinancesOnline, mais de 20% das pesquisas mobile são feitas por voz. Então, os sites devem ser desenvolvidos sempre com o foco mobile-first para proporcionar uma boa experiência mobile. 

Além disso, essas buscas também estão atreladas a pesquisas locais, como o ‘próximo a mim’. Por isso, vale a pena criar um perfil bem detalhado no Google My Business, com todas as informações que um potencial cliente possa procurar, como horário de atendimento, endereço, telefone, recomendações e outros.

Saiba mais: Otimização de sites: 3 dicas de SEO para rankear sua página no Google

Como a ASB Marketing pode te ajudar

Para auxiliar sua empresa a lidar com o crescimento exponencial das pesquisas por voz, conte com o apoio de uma agência de marketing digital especializada, como a ASB Marketing.

Estamos antenados nas mudanças do mercado digital, diversificando os canais de comunicação na estratégia de marketing tanto para atender às demandas dos consumidores, quanto para garantir melhores oportunidades para o seu negócio.

Para isso, disponibilizamos uma solução de marketing de atração completa, contendo desde conteúdos de texto conversacionais para gerar valor e relacionamento com o público, até um novo recurso de áudio posts e podcasts.

Assim, com os áudio posts e os podcasts, os usuários podem ouvir o conteúdo da sua marca em qualquer lugar, a qualquer hora, ao mesmo tempo em que fazem outras atividades. 

Os áudios são objetivos e estruturados, com narrações jornalísticas profissionais usando vozes humanas com entonação, emoção e pontuação, envolvendo o ouvinte. Além disso, é possível ter vinhetas e trilhas sonoras.

Tudo isso serve para fortalecer o processo de marketing digital na atração de leads, valorizar a imagem da sua marca e gerar mais oportunidades de vendas.

Inclusive, na ASB Marketing, temos nosso canal de podcast nos principais veículos, como Spotify, Deezer, SoundCloud e Google Podcast, e lá tratamos das principais novidades e tendências do universo de marketing digital e vendas. 

Quer saber mais detalhes de como funciona a nossa solução de áudio posts na prática? Entre em contato conosco agora mesmo

Baixe nosso guia completo para empresas B2B e saiba como aumentar os resultados da sua área comercial.

Deixe uma resposta