Como funciona o desenvolvimento de sites para conversão de clientes? : ASB Marketing
Blog
desenvolvimento de sites

Como funciona o desenvolvimento de sites focado em conversão de clientes?

12/07/2019 | Por Juliana Cocurutto

Não adianta se dedicar a várias estratégias para conversão de clientes sem dar a devida importância ao desenvolvimento de sites. Isso fará com que os investimentos do negócio sejam ineficazes e os resultados insuficientes para atingir os objetivos estabelecidos.

Afinal, o site é muito mais do que o cartão de visitas online da sua empresa. Ele deve ser entendido como o canal para comunicação, atração, prospecção e nutrição de leads, e efetivação do relacionamento com o cliente.

Leia tambémMarketing digital: 5 erros que podem prejudicar seus resultados

Com tamanha importância, conheça os passos para o desenvolvimento de sites e quais aspectos influenciam a conversão de clientes. Continue a leitura!

Quais as etapas do desenvolvimento de sites?

Inicialmente, vale destacar que as etapas de desenvolvimento de sites podem variar de acordo com as suas necessidades e com o responsável pelo projeto.

No entanto, se você quer resultados efetivos, é necessário cumprir certos requisitos. A seguir, apresentamos passos fundamentais, que devem fazer parte de uma estratégia completa para a página impulsionar a conversão de clientes.

Entender o negócio do cliente

O primeiro passo para realizar o desenvolvimento de sites é conhecer o seu negócio em profundidade.

Existem diversos fatores que influenciam na forma com que o site deve ser estruturado, no design e na apresentação das informações. Entre os principais elementos, estão:

  • Segmento de atuação;
  • Vendas são online ou não;
  • Público da empresa;
  • Tipo de produto ou serviço comercializado;
  • As tendências entre os concorrentes.

Esse levantamento inicial das informações é peça chave. Isso permite que a equipe multidisciplinar envolvida no projeto atenda às necessidades do negócio. Assim, o site será construído de modo mais adequado e capaz de entregar resultados consistentes.

Leia tambémComo preparar seu site para as vendas com estratégia digital

Arquitetura da informação

Após conhecer o negócio mais a fundo, o time responsável irá planejar a arquitetura da informação. Esse aspecto já influencia o posicionamento do site em mecanismos de busca e também a experiência do cliente.

A arquitetura da informação dita uma série de itens, como:

  • Disposição dos conteúdos no site;
  • Páginas principais e secundárias;
  • Tópicos do menu;
  • Elementos da página inicial;
  • Entre muitos outros fatores.

Portanto, nessa etapa, é definido o esqueleto do site, classificando o que será prioridade ou não.

Criação de conteúdo

Depois do processo de estruturação do site, ocorre a etapa de criação de conteúdos de acordo com a arquitetura planejada.

Todos os conteúdos do site devem ser únicos, autênticos e realmente relevantes. Além disso, devem seguir as boas práticas de SEO, já considerando a definição das palavras-chave que serão trabalhadas em cada página do site.

No princípio, esse material é focado na página inicial e das soluções, serviços ou produtos oferecidos pela empresa. Mas lembre que a criação de conteúdo nunca termina. Inclusive, posteriormente, o site será nutrido por meio de um blog.

Leia tambémComo ranquear meu site no Google: entenda a importância do conteúdo

Criação de layout e design

O layout do site fará a junção da arquitetura da informação com o conteúdo de forma visual. Esse passo consiste no esboço do projeto e define por exemplo:

  • Posição de dados relevantes, como o de formulário de contato;
  • Uso de imagens, gráficos e vídeos;
  • Organização dos conteúdos de texto;
  • Espaçamentos;
  • Fontes, cores e outros elementos visuais.

De forma complementar, a definição do design é fundamental. Assim, o usuário consegue identificar o site a partir da identidade da marca.

A união do layout e do design é a base para que o desenvolvedor inicie a criação do site em si. Ou seja, irá partir de uma etapa de planejamento para execução.

Leia tambémDesenvolvimento de website do zero ou template: qual a melhor opção?

Front-end

O desenvolvedor front-end é responsável por tornar a interface real. Isto é, colocar na prática todo o layout e o design do site. Inclusive, esse profissional deve ter conhecimentos relacionados à experiência do usuário, pois irá criar justamente a base de interação do cliente com a marca.

O responsável por desenvolver a programação do site também deve estar capacitado para lidar com algumas linguagens, como por exemplo:

  • HTML (linguagem de marcação);
  • CSS (linguagem de estilo);
  • JavaScript (linguagem de script/programação).

Testes e publicação

Com a programação concluída e todos os conteúdos e imagens adicionados, é preciso testar o site repetidas vezes. O que serve para garantir o funcionamento da página, a partir do momento em que ela vai ao ar e fica disponível para o público.

No início, é preciso verificar frequentemente as páginas para assegurar que links, formulários, botões, entre outros, estejam adequados.

Manutenção e acompanhamento

Após estar disponível, o trabalho de desenvolvimento de sites não para. A partir desse momento, é importante assegurar a manutenção da página, verificando constantemente se todos os processos operam corretamente.

Além disso, mudanças e melhorias podem ser necessárias para que o site alcance os resultados almejados.

É importante também emitir relatórios completos para verificar métricas de desempenho da página, como:

  • Quantidade de visitantes;
  • Páginas visitadas;
  • Tempo de permanência;
  • Conversões, entre outras.

Quais fatores impactam a conversão de clientes?

O site no ar é fundamental para a conversão de clientes. No entanto, para que ela ocorra de fato, diversas boas práticas devem compor o projeto, como:

  • Call to action: as chamadas para ação são essenciais para que os usuários tenham clareza sobre o que devem fazer. Com isso, é mais fácil alcançar os objetivos da empresa e aumentar a conversão;
  • Técnicas de SEO: a preocupação com o Search Engine Optimization (otimização para mecanismos de busca) deve estar presente desde a programação até os conteúdos. O que garante o ranqueamento das páginas e maior tráfego;
  • Usabilidade: consiste nas características do site que melhoram a experiência do usuário. Ou seja, torna a navegação do visitante mais simples e rápida. Assim, o usuário encontra o que procura e executa as ações que deseja, como uma compra ou solicitação de orçamento;
  • Mobile: atualmente, é indispensável que um site seja responsivo. Isto é, facilmente acessado em dispositivos móveis como smartphones ou tablets. Esse fator impacta também o ranqueamento no Google.

O desenvolvimento de sites com qualidade é determinante para os objetivos e resultados de uma empresa. Uma vez que indica autoridade frente ao público, influencia o tráfego da página, credibilidade da marca e também as vendas.

Para ter sucesso no projeto, entretanto, é essencial que o site seja conduzido por uma empresa com conhecimento e experiência em todos os pontos apresentados.

Quais os diferenciais da ASB Marketing no desenvolvimento de sites?

ASB Marketing é especialista no desenvolvimento de sites, valorizando as boas práticas para que os clientes tenham melhores resultados com posicionamento do site, atração e conversão de clientes.

O nosso planejamento inclui:

  • Uso de técnicas de SEO para posicionamento nos mecanismos de busca;
  • Layout responsivo e design com imagens de alta qualidade;
  • Conteúdo exclusivo;
  • Personalização de acordo com seu negócio;
  • Acompanhamento contínuo com relatórios de desempenho.

Quer renovar seu site e melhorar seus resultados digitais? Conheça mais sobre nossa solução e entre em contato conosco.

https://www.asbmarketing.com.br/wp-content/uploads/2020/09/Guia_Como_aumentar_vendas_B2B_em_tempos_de_crise-.pdf