5 erros comuns que derrubam sua estratégia de marketing de conteúdo Skip to main content

marketing de conteúdo é uma das estratégias mais desenvolvidas atualmente pelas empresas. No entanto, para ter sucesso, é imprescindível executá-la corretamente.

Segundo a pesquisa Content Trends 2017, 71% das empresas brasileiras adotam a estratégia. Enquanto, 68,9% das que ainda não realizam a prática pretendem começar. Mas não adianta apenas fazer marketing de conteúdo. É fundamental ter um planejamento alinhado com as estratégias de vendas e branding.

A seguir, confira erros comuns no marketing de conteúdo e a importância de contar com uma agência especializada para evitá-los.

Leia também5 dicas de marketing de conteúdo para gerar mais vendas

Quais erros prejudicam a estratégia de marketing de conteúdo?

Devido à importância do marketing digital atualmente, muitas empresas investem de forma amadora nas estratégias apenas para “não ficar de fora”.

Com isso, são comuns práticas desencontradas, sem planejamento estratégico, sem organização e nem métricas para mensurar os resultados. Como consequência, aumenta a ideia de que marketing não dá tantos resultados como se fala.

Para combater essa percepção equivocada, apresentamos os principais deslizes de marketing de conteúdo – e como minimizá-los!

1. Não conhecer a persona

Muitos gestores ainda afirmam que a definição da persona restringe os potenciais públicos do negócio. E, mesmo aqueles que sabem a relevância dessa estratégia, encontram dificuldades para desenvolvê-la.

Quer uma prova disso? 55% dos usuários que recebem conteúdo de marcas dizem que os materiais não são interessantes ou relevantes, de acordo com a Rapt Media.

Tanto a escolha das pautas quanto da linguagem, direcionamento, plano editorial etc. dependem do conhecimento dos profissionais sobre as características do seu público-alvo.

Logo, a falta de definição da persona impede a criação de materiais mais alinhados às necessidades do público. Portanto, o conteúdo acaba por ser menos eficaz. O que acontece principalmente com os millennials, que avaliam a relevância dos materiais antes de se tornarem parceiros e clientes de uma marca.

Leia também3 fatores que influenciam o comportamento do consumidor na Era Digital

2. Conteúdo desalinhado com o processo de vendas

Muitas empresas utilizam conteúdos para todas as etapas da jornada de compra. No entanto, não se deve confundir materiais de topo de funil com conteúdo genérico, superficial ou desarticulado com o processo de vendas.

Se a produção não estiver alinhada com o processo decisório de compra, não faz sentido ter essa estratégia.

Por isso, é preciso que o conteúdo atinja a dor do potencial cliente e o ajude a resolver esse problema. Ao utilizar materiais com o objetivo de solucionar tais questões, a marca pode construir relacionamentos verdadeiros e conquistar clientes.

3. Não ter um calendário editorial

São comuns as falhas no planejamento de conteúdos que impactam os resultados alcançados. Para evitar isso, é fundamental ter um calendário editorial.

Afinal, esta é uma medida que organiza o planejamento, unindo a estratégia à prática. A partir do calendário, são definidos os conteúdos que serão produzidos em determinado período. Tanto para blog como para redes sociais, newsletters, e-books, entre outros.

Além disso, o calendário conta com todas as informações básicas sobre os materiais, como responsável, previsão de publicação, persona, objetivo, briefing etc.

A falta desse planejamento costuma resultar em outros problemas, como:

  • Falta de periodicidade nas publicações;
  • Conteúdos desalinhados com a jornada de compra;
  • Textos com palavras-chave inadequadas ou irrelevantes à estratégia;
  • Conteúdos genéricos, sem aprofundamento e curtos.

Portanto, um erro na estratégia de marketing de conteúdo pode afetar vários fatores, inviabilizando a obtenção de melhores resultados.

Leia mais: Marketing de conteúdo: 5 objetivos que você alcança com essa estratégia

4. Não desenvolver o SEO corretamente

A Otimização para Mecanismos de Busca (SEO) é uma prática complementar ao marketing de conteúdo, sendo elas mutuamente dependentes. Ou seja, os resultados de SEO dependem da produção de conteúdo adequado à persona e aos objetivos. Assim como, o sucesso dos materiais depende da otimização.

Em geral, a estratégia de SEO melhora o ranqueamento do site e ajuda os conteúdos a serem mais facilmente encontrados por um potencial cliente.

Para o conteúdo ser otimizado segundo boas práticas de SEO, é preciso desenvolver aspectos como:

  • Palavra-chave;
  • Títulos e intertítulos;
  • Meta description;
  • Otimização das imagens;
  • Links internos e externos etc.

Um aspecto determinante do SEO é a palavra-chave. Essa definição é fundamental para o público correto encontrar o seu material. Assim, as palavras-chave devem ser planejadas e monitoradas para que os textos produzidos realmente tragam resultados relevantes à marca.

Além disso, o marketing de conteúdo deve trabalhar na escaneabilidade para melhor compreensão do usuário e na qualidade do material desenvolvido.

5. Não inovar na estratégia

O marketing de conteúdo, assim como outras práticas digitais, está constantemente em transformação. Por isso, a estratégia deve estar sempre atrelada às novas demandas do público para desenvolver ações inovadoras. Neste cenário, alguns fatores precisam ser avaliados, como:

  • Formatos: diversifique as formas de dialogar com seus potenciais clientes. Textos extensos são interessantes, mas o que mais é possível desenvolver? Invista em infográficos, vídeos, painéis, e-books, tutoriais, podcasts, entre outros;
  • Temas: a tecnologia está aí para mudar tudo o tempo todo, incluindo os temas em voga. Ampliar os assuntos abordados no blog para que estejam mais alinhados aos novos interesses do público é fundamental;
  • Canais: você repensa sua estratégia de canais periodicamente? Então, pode ser necessário avaliar isso, pois novas possibilidades estão sempre surgindo, como YouTube, Instagram e SoundCloud.

Essa atualização constante da estratégia deve ser realizada com base na mensuração de resultados. Ou seja, é preciso observar atentamente os relatórios e análises sobre seu público e a concorrência, além de ficar de olho em tendências.

Leia também: Como calcular o ROI de ações de marketing digital?

Bônus: não alinhar marketing de conteúdo e inbound marketing

Que tal mais uma dica de erro que deve ser evitado? O não alinhamento do marketing de conteúdo com o inbound marketing! Isso porque ambas as estratégias devem estar interligadas.

inbound marketing é traduzido como “marketing de atração” e consiste em desenvolver integradamente as ações de conteúdo, SEO e redes sociais para atrair, converter e reter clientes.

Isso quer dizer que sem um, não existe o outro. Logo, os dois processos devem ser elaborados com foco nas mesmas personas, transmitindo os valores da marca e, claro, sendo complementares.

Qual a importância de uma agência de marketing digital?

Para alguns profissionais, essas dicas podem parecer óbvias. Mas, para outros, nem tanto. Essa é a diferença entre um suporte especializado no planejamento de marketing digital e uma atuação menos profissional.

Por outro lado, também é possível que o gestor reconheça a importância de evitar esses erros comuns e desenvolver boas práticas. No entanto, não tenha a estrutura ou equipe necessárias para uma atuação mais completa.

Assim, uma agência de marketing digital especializada pode significar uma diferença imensa nas práticas desenvolvidas e nos resultados alcançados. O planejamento completo inclui:

  • Identificação da persona;
  • Definição e monitoramento das palavras-chave;
  • Criação e execução de um plano editorial;
  • Desenvolvimento das boas práticas de SEO.

A experiência da agência ainda garante uma integração dos conteúdos produzidos com a estratégia de inbound marketing.

Além disso, pode colaborar na articulação mais eficiente entre marketing e vendas, aumentando a geração de leads.

Leia também: Funil em Y: como aumentar as vendas unindo prospecção ativa e por atração

Conheça a ASB Marketing

ASB Marketing é uma agência especializada no mercado B2B com experiência em marketing de conteúdo e inbound marketing. Atuamos com foco em resultados e, para isso, apresentamos relatórios mensais para o cliente acompanhar o desenvolvimentos das estratégias e o crescimento dos números.

Um exemplo de sucesso é a nossa parceria com a Minha Biblioteca. Com um ano de atuação, a empresa alcançou crescimento de 40%, sendo 90% em decorrência das estratégias de marketing digital.

De acordo com Richardt Rocha Feller, diretor executivo da Minha Biblioteca, “as vendas aumentaram de forma significativa pelo suporte que os representantes encontram em conseguir seguir seus prospects de forma consistente, sem abandoná-los e também sem saturá-los, entregando conteúdo certo no momento adequado”.

A estratégia desenvolvida para a Minha Biblioteca teve início com um diagnóstico dos principais problemas. A partir dessa análise, o planejamento incluiu:

  • Desenvolvimento de um plano de ação;
  • Automação de marketing digital completa;
  • Criação de personas estratégicas para o negócio;
  • Produção de conteúdo digital;
  • Gerenciamento das redes sociais;
  • Atendimento consultivo com foco em resultados;
  • Análise de dados e entrega de relatórios mensais.

Com esses passos, a ASB Marketing viabilizou a integração entre marketing e vendas e proporcionou resultados mais sólidos ao negócio devido ao marketing de conteúdo.

Quer iniciar agora o marketing de conteúdo na sua empresa? Conheça a solução da ASB Marketing e entre em contato conosco!

Baixe nosso guia completo para empresas B2B e saiba como aumentar os resultados da sua área comercial.

Deixe uma resposta