Marketing de conteúdo épico: a estratégia que atrai clientes com menos marketing Skip to main content

Marketing de Conteúdo é o presente e o futuro.

De acordo com pesquisa do Demand Gen Report, 47% dos consumidores só procuram um representante de vendas depois de ler entre 3 a 5 conteúdos da empresa que estão analisando.

Segundo Roper Public Affairs, 80% dos compradores preferem obter informações sobre a empresa em diversos artigos do que em um único anúncio publicitário.

Não quero ser interrompido

Sabe aqueles dias cansativos? A pessoa chega em casa, senta no sofá, começa a ver seu programa favorito na TV, assiste a três minutos de programação e é interrompido por comerciais. Isso continua, sucessivamente, e, no momento mais interessante, lá vem mais uma publicidade. Eu já teria me distraído com algo no celular, e você?

Eu nem sei se eu ligaria a TV, para começar. Mas, nessa situação hipotética, a internet (essa maravilha da humanidade que não sabemos viver sem) é muito mais atrativa. Porém, assim como na TV, a web também está cheia de propagandas intrusivas.

A sensação que fica é que você está sendo o tempo todo bombardeado de conteúdos que você não quer ver.

Poxa, ninguém quer ser o cara chato que bate na porta da tua casa domingo de manhã querendo vender algo – ou a musiquinha do caminhão de gás que passa na sua rua e te acorda (isso já aconteceu várias vezes comigo). Sabe por quê? Porque isso é muito CHATO.

Sua empresa não precisa interromper uma experiência, sua empresa pode criá-la e ainda ganhar uma legião de fãs, que se tornarão clientes fiéis e propagadores da sua marca.

Como isso é possível? Talvez você já tenha ouvido falar de marketing de conteúdo. É sobre isso que vou falar hoje, mas vou mais além: vou tratar sobre marketing de conteúdo épico!

Faça agora o Raio-X do Marketing Digital da sua empresa e fique à frente da concorrência!

Uma pausa para explicar por que estou escrevendo este artigo

Aqui, na ASB Marketing, criamos um programa no qual cada membro da equipe escolhe um livro e depois divide alguns insights e conhecimento com as outras pessoas do time. Como redatora, eu escolhi “Marketing de Conteúdo Épico”, do Joe Pulizzi – fundador do Content Marketing Institute (CMI) e referência quando falamos de estratégias de marketing na web.

Do conceito de marketing de conteúdo até como montar um calendário editorial: a obra de Pulizzi é um verdadeiro guia para profissionais da área, mas também para quem deseja entender melhor sobre como funciona uma das estratégias mais eficazes para captação de leads qualificados (uma joia rara e lapidada que todo diretor de vendas almeja).

Os preceitos do livro vêm de encontro com as necessidades de nossos leitores. Por isso, achei que essa oportunidade caiu como uma luva para produção deste post. Então, bora lá?!

Marketing vendendo menos

Para Pullizzi, a essência do marketing de conteúdo é não vender. Contraditório, né? Por isso, vou usar das próprias palavras do próprio autor para explicar esse conceito:

É o marketing que não interrompe. Em vez de vender seus produtos e serviços, você entrega informações que faz seus compradores ficarem mais inteligentes ou, então, os diverte para construir uma conexão emocional. A essência desta estratégia é a crença que se nós, como empresas, fornecermos informações valiosas, consistentes e contínuas aos compradores, eles acabarão nos recompensando com mais negócios e lealdade”.

O marketing de conteúdo é, portanto, a produção de informações relevantes para o público-alvo. Os conteúdos são distribuídos na web em diversos canais, como blogs, mídias sociais, landing pages e fluxos de e-mail. O objetivo é atrair e converter novos clientes.

Leia também: 3 estratégias de vendas para empresas de educação na Era Digital

E o marketing de conteúdo épico?

“Conteúdo constrói relacionamentos. Relacionamentos são baseados em confiança. Confiança gera receita”. Essa frase de Andrew Davis, fundador do Monumental Shift, faz uma resumo do que se trata o marketing de conteúdo épico.

Não basta produzir conteúdos, é preciso criar informações relevantes, contar boas histórias, trazer valor para seu potencial cliente. Esse relacionamento só é alcançado com textos bem elaborados, de qualidade e pensados para atingir em cheio as necessidades dos seus potenciais clientes.

Esta é uma das principais lições dadas por Pulizzi: fale para seu cliente sobre aquilo que ele precisa saber, crie conteúdos que façam ele “se mover” de alguma forma. Ou seja, não fale apenas sobre você, sobre sua empresa ou seus produtos.

6 princípios do marketing de conteúdo épico

  • Satisfaça uma necessidade: seu conteúdo deve responder a alguma pergunta.

 

  • Seja consistente: respeite prazos e entregue o conteúdo como o esperado.

 

  • Seja humano: encontre sua própria voz e compartilhe.

 

  • Tenha um ponto de vista: você pode se posicionar.

 

  • Evite “falar de vendas”: quanto mais você fala sobre si mesmo, menos as pessoas valorizam seu conteúdo.

 

  • Seja o melhor da categoria: ofereça o melhor conteúdo possível.

 

Entendidos? Vamos para o plano de ação!

Para criar um conteúdo épico, não dá para, simplesmente, vomitar um monte de informações como você bem queira, sobre aquilo que você acha que seu cliente quer.

A palavra “achar” não está no dicionário de um profissional de marketing. Qualquer ação, post de blog e mídia social, e-mail marketing e outras estratégias, gira em torno do planejamento.

No planejamento, você vai descobrir quais são os componentes que irão guiar a produção de conteúdo. São alguns deles:

  • O canal (blogs, mídias etc);
  • Persona (seu público-alvo);
  • Objetivos do conteúdos;
  • Principal tipo de conteúdo;
  • Estrutura (está relacionado à forma do texto);
  • Tom (brincalhão, sério, sarcástico etc);
  • Integração de canais (outros canais utilizados);
  • Ação desejada (indicadores-chave de desempenho – KPIs);
  • Plano editorial (calendário com as pautas de conteúdo).

Leia também: Consultoria de marketing digital: como medir resultados?

Minha experiência com marketing de conteúdo épico

Em 2009, quando ingressei na faculdade de jornalismo, meu sonho era escrever para transmitir informações úteis e relevantes às pessoas.

Neste ano, muito se falava sobre os rumos que a internet daria para a comunicação. Hoje, infelizmente, vejo que temos muito lixo e desinformação.

Segundo Clay Shirky, em A Cultura da Participação: “A grande tensão na mídia sempre foi o fato de que liberdade e qualidade são objetivos conflitantes”. Isso é um fato.

Porém, em paralelo, a internet abriu portas para a democratização da informação e existem muitas coisas maravilhosas nas quais todos podem ter acesso.

O marketing de conteúdo épico, nesse cenário, apesar de ter o objetivo de conversão, em suma trata-se de transmitir conteúdos de qualidade: que informa, agrega e faz a diferença.

Outro ponto interessante dessa estratégia é que não trata-se de uma atividade solitária. O marketing de conteúdo é construído por várias mãos.

Aqui, na ASB Marketing, como uma agência de marketing digital, temos um time de especialistas para compor as áreas de planejamento, redação, design e atendimento.

Além de trocarmos informações entre nós, também estamos constantemente pensando em novas estratégias, fazendo testes e de olho nas tendências do mercado.

O marketing de conteúdo épico está em constante movimento e aperfeiçoamento, assim como a internet e as tecnologias digitais.

Pronto para escalar seus resultados com marketing de conteúdo épico?

O marketing de conteúdo gera confiança e relacionamento com o consumidor. Deixa a sua empresa nas primeiras posições do Google. Sem contar que atrai e fideliza clientes.

Para Craig Davis, ex CCO da J. Walter Thompson: “A gente precisa parar de interromper as pessoas em seus interesses e ser o que elas estão interessadas.”

O que você acha? Para saber mais sobre marketing de conteúdo e inbound marketing, fale com um dos nossos especialistas: entre em contato!

Por Gabriela Saraiva (Jornalista, Especialista em Marketing Digital e Mídias Sociais e estudante de Letras).

Baixe nosso eBook e conheça as principais etapas do planejamento de marketing digital!

Deixe uma resposta